Mato Grosso, Sábado, 20 de Julho de 2019
Politica | pediu votos em prédio público
Sábado, 16 de Fevereiro de 2019
MPE solicita oitiva com mecânicos para esclarecer denuncia contra Xuxu Dal Molin
Fotografia:Arquivo (ubirata24horas)

O Ministério Público Federal (MPF) solicitou oitiva de dois mecânicos em representação eleitoral que pede a cassação do deputado estadual Xuxu Dal Molim (PSC). As testemunhas foram identificadas como "Catatau" e "Ribas”.  

 

A Procuradoria Regional Eleitoral (PRE) impetrou uma ação contra o parlamentar acusando-o de ter praticado conduta vedada pela legislação eleitoral. Conforme a denúncia, que conta com um vídeo anexado, na manhã do dia 4 de setembro de 2018, antes do período eleitoral, o então candidato realizou campanha em local público, no caso, na garagem da Secretaria de Obras de Sorriso, se apresentando como candidato, informando seu número, pedindo votos e apoio dos servidores públicos presentes.   

 

Por conta disso, o Ministério Público Eleitoral pediu que Xuxu Dal Molin seja multado e tenha seu registro de candidatura cassado, o que automaticamente o faria perder seu mandato, já que ele foi eleito com 23.764 votos.   

 

Em contestação já apresentada, Xuxu Dal Molin argumenta que realmente compareceu na Secretaria de Obras de Sorriso, não para fazer campanha, mas para cumprimentar o amigo Acácio Ambrosini, que havia assumido a chefia da pasta.   

 

Ainda conforme Xuxu Dal Molin, a única conversa política que teve no local ocorreu na oficina mecânica, onde um dos servidores o questionou o motivo dele ter se candidatado a deputado estadual e não federal. O então pré-candidato teria respondido de forma breve e encerrado a conversa.   

 

"Catatau" e "Ribas” serão ouvidos durante a instrução do processo. Os dois teriam presenciado a ação de Xuxu na Secretaria de Obras de Sorriso. 

Fonte:Redação/Gazeta Digital
Autor:Arthur Santos da Silva
FOTOS DA NOTÍCIA