Mato Grosso, Quarta, 27 de Janeiro de 2021
Policia | em Sinop
Quinta, 17 de Dezembro de 2020
Mãe vê fissura anal em filha de 2 anos e denuncia possível estupro à polícia
Fotografia:Ilustrativa/Reprodução

Uma mãe denunciou possível estupro sofrido pela filha, de dois anos. Segundo a denúncia, nos últimos dias, ela percebeu fissuras no ânus da criança, que apresentou mudança no comportamento. Conselho Tutelar foi acionado e, junto com uma equipe médica, orientou a família a buscar pela polícia. O caso foi registrado nesta quarta (16), em Sinop.

 

Consta na denúncia que a mãe foi dar banho na filha e percebeu que a região anal estava com várias fissuras. Após o banho, ela resolveu levar a menor em uma unidade de saúde. A equipe médica orientou a mulher procurar pelo Conselho Tutelar.

 

Segundo a mulher, há alguns dias tem percebido que a região anal da filha está inchada e vermelha, mas que apesar disso acreditou que se tratava de uma dificuldade em evacuar, já que ela tem problema de intestino preso.

 

Ontem, ao dar banho na menina, percebeu que as lesões no local. Informou ainda que a menina mudou o comportamento, tem chorado bastante, demonstrado irritabilidade e agressividade, o que não era comum antes.

 

Além disso, a mãe contou que a menina não deixa ninguém chegar perto da irmã, uma bebê de três meses. Conselheiras levaram a família até a delegacia, onde o caso foi denunciado.

 

Os pais da menina relataram que trabalham foram e que a menina ficava na casa de uma cuidadora.

 

A mulher responsável em cuidar das crianças mora na mesma rua da família, é casada e mãe de 4 filhos. Na última semana, ela avisou que não cuidaria mais das crianças, mas não informou a motivação.

 

Polícia vai instaurar um inquérito para investigar o possível crime de estupro de vulnerável. Conselho Tutelar está fazendo o acompanhamento da menina e de sua família.

 

Fonte:Redação /RD News
Autor:Bárbara Sá
FOTOS DA NOTÍCIA