Mato Grosso, Quinta, 24 de Outubro de 2019
Policia | tiro nas costas
Domingo, 23 de Junho de 2019
Caçador morre ao cair de "puleiro" e ser atingido por disparo acidental em fazenda de Nova Ubiratã
Fotografia:Daniel da Silva/TV Nova Ubiratã

Um caçador de Nova Ubiratã morreu, na noite desta sábado (22), após ser atingido por um disparo de arma de fogo possivelmente efetuado de forma acidental.

 

A incidente foi registrado em uma propriedade rural localizada ás margens da MT-140, no trecho que dá acesso ao município de Vera.

 

O corpo de Luiz Vizolli, de 60 anos, foi encontrado  caído próximo ao “puleiro” [estrutura feita de madeira de aproximadamente 3 metros de altura] utilizado por ele para abater animais silvestres.

 

Horas antes um amigo, cuja identidade não foi revelada, havia deixado o caçador no local e, ao retornar para busca-lo, o encontrou sem vida.  

 

Um levantamento preliminar, apontou que a vitima foi atingido por um disparo na altura das costas.

 

Uma das causas mais prováveis é de que o homem tenha se desequilibrado e despencado da estrutura de madeira. Assim que atingiu o solo a arma usada por ele, uma espingarda calibre “36”, teria disparado acidentalmente. A espingarda foi encontrada ao lado do corpo com cinco munições intactas e outras duas deflagradas.

 

Policiais militares, investigadores da Polícia Civil e agentes da Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec), estiveram no local para recolher indícios que possam elucidar a causa da morte.

 

O corpo de Luiz Vizolli foi encaminhado ao Instituto Médico Legal de Sorriso (IML) para exame de necropsia.

 

O local e horário do velório não foram divulgados.

 

Caça ilegal

Apesar de ser proibida, a caça de animais silvestres, alguns inclusive alguns ameaçados de extinção, ainda é muito comum na região.

 

Quando identificados, os autores são autuados por crime ambiental e porte ilegal de arma de fogo.

Fonte:Redação
Autor:Nilva Santos
FOTOS DA NOTÍCIA