Mato Grosso, Segunda, 11 de Novembro de 2019
Mundo | Canibalismo
Sexta, 05 de Setembro de 2014
Canibal é condenado à forca depois de matar e comer 19 mulheres e crianças
Fotografia:Reprodução Independent.co.uk

A Índia se prepara para executar um homem acusado de matar e esquartejar 19 mulheres em um caso conhecido como "Casa de Horrores". 

 

Depois de preso, ele admitiu que come só algumas partes do corpo. Surinder Koli trabalhava como empregado doméstico de um importante empresário em Déli, na Índia, e deve ser enforcado na próxima sexta-feira (12).

 

Em 2009, Koli e seu empregador, Moninder Singh Pandher, foram condenados pelo assassinato de um adolescente de 14 anos, porém, Pandher foi libertado por um outro tribunal dias depois da sentença. 

 

O corpo do adolescente foi encontrado dentro da casa de Pandher.

 

Koli confessou canibalismo e necrofilia. Ele disse que tinha estuprado pelo menos 19 mulheres e que todas foram cortadas. Ele comia apenas algumas partes dos corpos, e guardava o resto em sacos de lixo. 

 

De acordo com o jornal The Independent, o homem atraía as crianças para a propriedade com doces e chocolates. A polícia foi acusada de não investigar o desaparecimento de algumas crianças porque a maioria era de famílias pobres. 

 

O homem foi condenado por sequestro, assassinato e estupro. O diretor da prisão, Chaudhary Charan Singh, disse que a morte de Koli será no dia 12 de setembro. A Suprema Corte da Índia disse que a pena de morte só deve ser utilizada em casos raros. 

Fonte:Redação / R7
FOTOS DA NOTÍCIA