Mato Grosso, Sexta, 20 de Setembro de 2019
Geral | De 9 a 13 de setembro
Segunda, 09 de Setembro de 2019
Procon de Nova Ubiratã adere ao Mutirão da Negociação 2019
Fotografia:Divulgação

O Procon de Nova Ubiratã e de outros 29 municípios de Mato Grosso, incluindo o de Cuiabá, aderiu ao Mutirão da Negociação versão online que acontece entre os dias 9 a 13 de setembro, em comemoração aos 29 anos do Código de Defesa do Consumidor.

 

A ação visa atender consumidores que possuem débitos em aberto com bancos, cartões de créditos e/ou instituições que fornecem créditos financeiros.

 

Durante o mutirão, as negociações serão feitas exclusivamente pela plataforma digital www.consumidor.gov.br.

 

Para os moradores que não possuem computadores e/ou acesso a internet, o Procon irá disponibilizar equipamentos bem como pessoal qualificado para atuar na elaboração das propostas de negociação da dívida.

 

Na avaliação da coordenadora executiva do Procon de Nova Ubiratã, Daiany Rezende dos Santos, o Mutirão da Negociação é uma oportunidade única para que os consumidores regularizem sua situação junto ás instituições credoras.

 

“O consumidor não fica inadimplente por vontade própria. Na maioria das vezes ele enfrenta problemas adversos que resultam no descontrole financeiro. O objetivo do Procon é auxilia-los na resolução do problema e evitar transtornos futuros”, diz.

 

Os interessados em aderir ao mutirão devem procurar a unidade do Procon, das 07h ás 17h, que fica localizado na avenida Tancredo Neves, centro, em anexo ao Poupa Tempo Municipal

 

Como participar do mutirão 

Por ser um mutirão 100% online, as condições especiais serão ofertadas apenas aos consumidores que realizarem o pedido por meio do www.consumidor.gov.br entre a 00h do dia 09 e as 23h59 do dia 13 de setembro. Para isso, o primeiro passo é fazer o cadastro na plataforma, usando um e-mail válido.  

 

Com o cadastro efetuado, selecione o banco ou a operadora de crédito com a qual deseja negociar e, então, forneça todas as informações necessárias, inclusive uma proposta. Será possível rever juros, parcelas e conseguir facilidades nas condições de pagamento de acordo com a capacidade financeira do consumidor.

 

Fonte:Redação/Assessoria
Autor:Michel Ferreira
FOTOS DA NOTÍCIA