Mato Grosso, Segunda, 25 de Maio de 2020
Geral | inimigo íntimo
Quinta, 23 de Abril de 2020
Marido espanca esposa e acaba morto com facada no pescoço
Fotografia:Reprodução

Uma ocorrência de violência doméstica terminou com o agressor, identificado como Moacir Barros de Jesus, 54 anos, morto com um golpe de faca no pescoço e a vítima, uma mulher de 47 anos, gravemente ferida. Os crimes aconteceram durante a noite da última terça-feira (21), em Conselvan, Distrito de Aripuanã (1200 km da Capital).

 

O Caso foi comunicado à polícia apenas no início da manhã desta quarta-feira (22), após a vítima pedir socorro à vizinha, que acionou a Polícia Militar (PM).

 

Os militares chegaram ao endereço e encontrou a mulher com diversos cortes pelos braços, mãos e cabeça, muito ensanguentada. Então os policiais encaminharam imediatamente a vítima à unidade de saúde.

 

Moacir foi encontrado caído nas proximidades de casa, em um abatedouro de gado, com um profundo corte no pescoço e já sem os sinais vitais.

 

De acordo com o relato da mulher, o marido teria chegado em casa na noite anterior muito alterado, quando os dois começaram a discutir e logo Moacir começou a espancar a esposa. Em seguida, o homem teria se armado com um facão e atingido diversos golpes na esposa.

 

Sobre o fato de o marido ter sido encontrado com o ferimento no pescoço e morto, a mulher não soube dizer como aconteceu e alegou ter desmaiado enquanto era espancada e acordado apenas nesta manhã, quando pediu ajuda à vizinha.

 

Em buscas pela casa, os policiais encontraram uma grande quantidade de sangue.

 

Os militares comunicaram o caso à Polícia Civil e à Politec (Perícia Oficial e Identificação Técnica), órgãos responsáveis pelos procedimentos cabíveis no andamento do caso.

 

Os peritos analisaram as condições em que o corpo do agressor foi encontrado e ainda trabalhou periciando todo o local do crime para colher vestígios que apontem as circunstâncias do homicídio. Em seguida o cadáver foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) para exame de necropsia que vai confirmar a causa clínica da morte.

 

Um laudo técnico deverá ser emitido nos próximos dias com informações que ajudará na apuração dos fatos.

 

A Polícia Civil acompanhou os trabalhos da perícia, conversou com testemunhas e deu início às investigações do caso, enquanto a vítima continua internada na unidade de saúde.

 

 

Fonte:Redação/Repórter MT
Autor:Mário Andreazza
FOTOS DA NOTÍCIA