Mato Grosso, Segunda, 10 de Maio de 2021
Geral | solidariedade
Quarta, 28 de Abril de 2021
Mãe confunde número de telefone e pede alimentos à Polícia Militar de Nova Ubiratã
Fotografia:Divulgação

Quem nunca se confundiu ao enviar uma mensagem pelo aplicativo do celular? O erro, bastante comum, quase sempre termina com um pedido de desculpas e rende boas gargalhadas.

 

Mas não foi isso o que aconteceu com a dona de casa Maria do Socorro. Preocupada ao ver a dispensa vazia, a moradora da rua Minas Gerais, em Nova Ubiratã, decidiu pedir ajuda ao Centro de Referência e Assistência Social (Cras). Entretanto, ao enviar uma mensagem de voz ela acabou selecionando o número errado e o pedido de ajuda foi direcionado para o telefone funcional do 2º Pelotão da Polícia Militar.

 

Do outro lado da linha o soldado Eduardo Santos imediatamente percebeu o equívoco. Sensibilizado com o pedido incomum ele compartilhou o áudio com os demais militares lotados no município.

 

A resposta veio de forma rápida e em poucos minutos os policiais organizaram uma “vaquinha” que foi revertida para a aquisição de produtos alimentícios.

 

“Nada nessa vida é por acaso. Quando ouvimos aquele áudio todos se sensibilizaram com aquela família. Nós também temos filhos e sabemos o quanto é difícil não poder oferecer aquilo que eles pedem", revelou o comandante do 2º Pelotão da PM, tenente Ítalo Portes.

 

O oficial esteve à frente da entrega dos donativos que aconteceu nesta terça-feira (27), na residência onde residem nove pessoas incluindo seis crianças com idades entre 2 e 9 anos.

 

“A missão da Polícia Militar vai muito além de proteger a sociedade. Também temos nossa responsabilidade social e ajudar aqueles que realmente necessitam faz parte da nossa formação profissional", finaliza o comandante.

 

Fonte:Redação
Autor:Sirlei Maria
FOTOS DA NOTÍCIA