Mato Grosso, Sexta, 14 de Agosto de 2020
Geral | investimento de R$ 33 milhões
Sexta, 03 de Julho de 2020
Conclusão da oitava ponte de concreto na BR-242 e impulsiona logística da região norte de Mato Grosso
Fotografia:Divulgação

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) concluiu a construção de um conjunto de oito pontes ao longo da rodovia federal BR-242, no Estado de Mato Grosso. Nesta sexta-feira (3) foi entregue a principal delas, sobre o rio Ronuro, a cerca de 130 quilômetros do perímetro urbano de Nova Ubiratã.

 

Com 100 metros de extensão, a ponte sobre o rio Ronuro já se encontra com o tráfego de veículos liberado. A obra foi concluída após as equipes do DNIT realizarem a aplicação da capa asfáltica do encabeçamento da ponte e finalizarem a sinalização da estrutura. Com a conclusão do empreendimento, os usuários podem trafegar pelo trecho pavimentado da BR-242 sem mais utilizar desvios ou pontes de madeira.

 

As outras pontes estão localizadas sobre os rios Ferro, Desejado, Bonito, Von Den Steinen, Água Limpa, Jaguaribe e Santiago. Os empreendimentos representam um significativo avanço logístico para Mato Grosso, pois beneficiam diversos municípios com grande produção agrícola, dentre eles Sorriso, Paranatinga, Querência, Nova Ubiratã e Gaúcha do Norte.

 

Em 2020, foi finalizada a obra sobre o Rio Ronuro. Em 2019, foram as pontes nos rios Von Den Steinen, Bonito, Desejado e Ferro. Em 2018, foram sobre os rios Água Limpa, Jaguaribe e Santiago. As obras estão inseridas em um contrato que totaliza um investimento de R$ 33 milhões.

 

Para o prefeito de Nova Ubiratã, Valdenir José dos Santos, a conclusão das pontes representa um marco histórico para o agronegócio e os demais setores da economia.

 

“Em 2016 mobilizamos centenas de pessoas, incluindo dezenas de autoridades políticas, em Nova Ubiratã para cobrar a retomada dessa obra. O esforço graças a Deus surtiu resultados e hoje estamos diante de uma das maiores conquistas do norte de Mato Grosso. O sonho cultivado por décadas, graças a Deus se tornou realidade”, comemorou o gestor.

 

Logística 

Com a conclusão das obras, há previsão de incremento no fluxo de caminhões carregados de grãos que fazem o escoamento da safra pela BR-242 uma importante rota estruturante da região norte de Mato Grosso. Além da conclusão das oito pontes, o DNIT já pavimentou 150 quilômetros da rodovia.

 

O setor produtivo passará a transportar mais produtos pela BR-242/MT, que faz ligação com a BR-163/MT/PA, com destino aos portos do chamado Arco Norte, de onde os grãos são exportados para o mercado internacional. A rodovia formará assim um eixo estruturante que se interliga com a BR-163, que teve concluída a pavimentação até Miritituba/PA neste ano e que vem recebendo obras de recuperação nos trechos prioritários na região.

 

Passos seguintes 

Para os próximos anos, o DNIT espera dar início à pavimentação da BR-242, interligando o norte de Mato Grosso com a região do Araguaia. Já existem contratos firmados para pavimentação de 288 quilômetros, divididos em três segmentos, entre os municípios de Santiago do Norte e Querência. O traçado deve atender a uma região produtora consolidada, com grande potencial de expansão.

Fonte:Redação/Assessoria
FOTOS DA NOTÍCIA