Mato Grosso, Sábado, 20 de Julho de 2019
Geral | crime passional
Terça, 09 de Julho de 2019
Acusado de matar ex-mulher com tiro no rosto comete suicídio ao ser abordado pela Polícia Civil
Fotografia:Arquivo pessoal

O Delegado da Polícia Judiciária Civil de Sorriso, Nilson Farias, confirmou a pouco a morte de Marcos Rogério Lima, de 37 anos.

 

Marcos era o principal suspeito do assassinato da ex-companheira, Débora de Oliveira Silva. Morta com um tiro de espingarda calibre 20. O assassino e a vitima tinham dois filhos menores de idade. 

 

O crime, aparentemente praticado por motivação passional, foi registrado na manha desta segunda-feira (08), no Distrito de Caravágio, a 60 quilômetros de Sorriso.

 

Segundo a versão apresentada pelo delegado, o homem teria efetuado um disparo contra a própria cabeça no momento em que seria preso por investigadores da Polícia Civil.

 

Marcos estava escondido em um sítio localizado na divisa dos municípios de Sorriso e Nova Ubiratã, a poucos quilômetros da residência onde teria matado a ex-companheira.

 

Assim que identificaram o esconderijo do suspeito, os policiais cercaram o imóvel e tentaram negociar sua rendição. No entanto, Marcos optou pelo suicídio.

 

Ele chegou a ser socorrido, mas morreu antes de dar entrada na unidade de atendimento médico de Nova Ubiratã.

 

Em poder do suspeito foi apreendido um revólver calibre 38.

 

Felizmente nenhum policial ficou ferido durante a ocorrência.

 

Conforme noticiado pelo site ubirata24horas, Marcos Rogério era procurado desde ontem, quando foi identificado como principal suspeito do homicídio.

 

Dezenas de policiais civis e militares atuavam nas buscas, que tinha como alvo residências e propriedades rurais, das proximidades onde ele e a ex-companheira residiam.

 

Fonte:Redação
Autor:Nilva Santos
FOTOS DA NOTÍCIA