Mato Grosso, Segunda, 13 de Julho de 2020
Cidades | absurdo
Terça, 14 de Janeiro de 2020
Mãe tenta enterrar feto em cemitério e é detida após coveiro chamar a polícia
Fotografia:Reprodução

Uma mãe de 20 anos foi detida após tentar enterrar um feto em um cemitério de Primavera do Leste, na noite do último sábado (11). Ela teria pedido ao coveiro para fazer o enterro, mas ele se recusou devido a falta de documentos e chamou a polícia.

 

O coveiro, que não quis ter a identidade divulgada, contou à reportagem que pediu para a jovem ir até um hospital para pegar um atestado de óbito, mas ela preferiu voltar para a casa com o feto.

 

“Quando falei que precisava passar por um hospital para poder ter um atestado de óbito, pois sem um documento não posso fazer sepultamento, ela não aceitou”, disse.

 

Depois da denúncia, a Polícia Militar foi até a casa da mulher e encontrou o feto no local. A suspeita disse aos policiais que não sabia que estava grávida e tomou um chá abortivo por descuido.

 

“Agi da maneira correta, não só como coveiro, mas como ser humano também. Naquele momento senti agustia, tristeza e pensei se aquele aborto foi mesmo espontâneo. Por isso, chamei a polícia”, disse o coveiro.

 

A suspeita foi ouvida na delegacia e liberada, em seguida. Já o feto foi encaminhado pela polícia ao Instituto Médico Legal (IML).

 

O Conselho Tutelar de Primavera do Leste informou que ainda não foi comunicado sobre o caso.

 

Fonte:Redação/TV Centro América
Autor: Walter Quevedo
FOTOS DA NOTÍCIA