Mato Grosso, Segunda, 11 de Novembro de 2019
Cidades | absurdo
Terça, 22 de Outubro de 2019
Homem é preso acusado de agressão e tentativa de estupro contra idosa
Fotografia:Reprodução / Ilustrativa

Um homem acusado de agressão e tentativa de estupro contra uma idosa foi preso em flagrante pela Polícia Judiciária Civil de Barra do Bugres, na última sexta-feira (18), durante diligências ininterruptas para apurar o caso.

 

Além da autuação em flagrante pelos crimes de estupro e lesão corporal, J.E.S., conhecido como “Neguinho Couro de Onça”, estava com mandado de prisão em aberto, o qual também foi devidamente cumprido.

 

O crime ocorreu na tarde de sexta-feira (18), quando o suspeito invadiu a casa da vizinha, de 67 anos, no bairro Jardim Elete. Após render a vítima, o investigado começou a agredi-la fisicamente com tapas e chutes e ainda tentou manter relação sexual com ela.

 

O estupro só não se consumou porque a vítima conseguiu pedir socorro a outro vizinho, que ouviu os gritos da idosa e foi até o local, flagrando as agressões e abusos praticados pelo suspeito. Logo que foi surpreendido, J.E.S. fugiu do imóvel.

 

Assim que foram acionados do crime, os investigadores da Delegacia de Barra do Bugres iniciaram as diligências com intuito de localizar o suspeito. Em investigações ininterruptas, os policiais civis lograram êxito em localizar e prender o autor do crime.

 

Ele foi conduzido a delegacia e após ser interrogado, pelo delegado Renato Resende foi autuado em flagrante por tentativa de estupro e lesão corporal. Em checagem no sistema, foi verificado uma ordem de prisão em aberto, em processo que corre em segredo de Justiça.

 

Conforme o delegado de Barra do Bugres, a prática de um crime grave, como este, requer uma resposta rápida por parte dos órgãos de segurança pública.

 

“O autuado já possui passagem criminal por estupro, furto e ameaça. E sua prisão só foi possível pela eficiência e comprometido dos policiais civis que atenderam a ocorrência”, destacou o delegado.

 

Após a confecção dos autos, J.E.S. foi levado para Cadeia Pública da cidade, permanecendo à disposição do Poder Judiciário.

Fonte:Redação / Assessoria
FOTOS DA NOTÍCIA