Mato Grosso, Segunda, 17 de Junho de 2019
Cidades | FORA DA CASINHA
Quarta, 20 de Março de 2019
Estudante é preso após ameaçar cometer massacre em escola de MT
Fotografia:Arquivo pessoal

Yann Gabriel Wakitchi Mito, 18 anos, foi detido pela Polícia Militar após ameaçar cometer um massacre na Escola Estadual Honório Rodrigues Amorim, no bairro Cristo Rei, em Várzea Grande. A prisão aconteceu na tarde de terça-feira (19).

 

De acordo com o 25° Batalhão de Polícia Militar, as equipes receberam a denúncia de que ele estaria ameçando cometer um ataque, semelhante ao ocorrido na escola Raul Brasil, em Sozano (SP), que deixou 10 pessoas mortas, incluindo os atiradores.

 

A PM chegou até o endereço do jovem por meio de serviço de inteligência e o localizou, no bairro Construmat.

 

Nas redes sociais, Yann aparece em várias fotos ostentando armas de paintball, inclusive com uniforme tático, usados em combate militar. As imagens foram cruciais para a PM identificar possível risco no caso.

 

Yan foi preso pelo crime de ameaça e encaminhado para a Central de Flagrantes no bairro Parque do Lago.

 

Yan é o segundo detido em Várzea Grande por cometer ameaças de ataque em escolas na cidade. Um dia antes, Gabrielle Macedo Rodrigues, 19 anos, foi presa e autuada por apologia ao crime. Foi ela quem divulgou imagens de um grupo de WhatsApp intitulado “MassacreMT”, que falava sobre atentados nas escolas Jaime Veríssimo de Campos Júnior e Marlene Marques, ambas na região do bairro Jardim Imperial em Várzea Grande.

Fonte:Redação/Repórter MT
Autor:Raul Bradock
FOTOS DA NOTÍCIA