Mato Grosso, Terça, 21 de Maio de 2019
Agronegocio | levantamento
Quarta, 15 de Maio de 2019
Vendas de soja de Mato Grosso perdem ritmo com queda do preço em abril, diz Imea
Fotografia:Reprodução


As vendas de soja do Mato Grosso, principal produtor brasileiro da oleaginosa, ficaram ainda mais lentas no último mês, com agricultores se retraindo em meio a uma queda nos preços do produto em abril, informou na última segunda-feira (13) o Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea).


Até o início de maio, produtores do Estado tinham comercializado 71,84% de sua soja, avanço de cinco pontos percentuais ante abril, mas abaixo dos 79,7% vistos na mesma época do ano passado para a temporada anterior (2017/18).


“Este é o menor avanço registrado desde novembro de 2018, sendo pautado, principalmente, pelo recuo das cotações de soja na bolsa de Chicago e também dos prêmios, que pesaram mais que a valorização do dólar no período”, disse o Imea em nota.


Assim como nos meses anteriores, os produtores realizaram vendas para cobrir suas despesas, e também já pensando em liberar espaço nos silos, tendo em vista que a colheita de milho deverá ser iniciada nos próximos dias.


O valor médio mensal da saca comercializada fechou em 62,59 reais em abril, recuo de 2,43% em comparação ao mês anterior.


A situação, contudo, pode ser alterada no caso de a guerra comercial entre EUA e China se intensificar, elevando ainda mais os prêmios para a soja brasileira na comparação com os valores da bolsa de Chicago.


Os prêmios subiram bem nos últimos dias, mas ainda não ao ponto de alterar muito a intenção de venda dos produtores, informou à Reuters o Cepea, da Esalq/USP.


SAFRA NOVA
Já a comercialização da safra 2019/20, a ser plantada somente em setembro avançou 4,15 pontos percentuais ante o mês passado, para 12,35%.
As vendas da nova safra, que começaram de forma antecipada, agora já estão atrás do verificado para a temporada anterior nesta época.
A safra futura foi vendida com preço médio 64,63 reais/saca em abril, baixa de 1,94% ante o mês anterior, segundo o Imea.
Apesar da retração, as vendas de soja da nova safra ainda estão acima da média histórica para o período.


MILHO
Em abril, a comercialização do milho em Mato Grosso para a safra 2018/19 avançou apenas 3,83 pontos percentuais, a um preço médio de 19,91 reais/saca, alcançando 62,29% da produção estimada.


“O aumento mensal das vendas foi o menor desde dezembro de 2018, em reflexo do recuo nas cotações da bolsa de Chicago (jul/19) de 1,02% no último mês, o que acabou por impactar negativamente os preços do cereal mato-grossense e desmotivar novos negócios”, disse o Imea.


No entanto, o Imea destacou que, ainda assim, a comercialização da nova safra está adiantada em relação ao mesmo período da safra anterior em 5,07 pontos percentuais.


“Para o mês de maio/19, é importante que o produtor mato-grossense continue atento aos melhores momentos para negociar, visto que os preços do cereal podem ser pressionados com a aproximação da colheita e entrada de oferta em MT, em conjunto com o recente recuo nas cotações do cereal na bolsa de Chicago (jul/19).”
 

Fonte:Redação / Reuters
FOTOS DA NOTÍCIA