Mato Grosso, Quinta, 24 de Outubro de 2019
Agronegocio | bons resultados
Quarta, 09 de Outubro de 2019
Produção de soja pode superar 33 milhões de toneladas em MT
Fotografia:Reprodução

O Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea) divulgou sua segunda estimativa para a safra de soja 2019/2020. Agora a entidade prevê um aumento ainda maior na área semeada e, consequentemente, na produção.

 

Neste segundo levantamento a expectativa para a área semeada com a oleaginosa na safra 2019/2020 em Mato Grosso é de 9,78 milhões de hectares, aumento de 1,14%, o que equivalente a 110,02 mil hectares em comparação à safra anterior. No levantamento anterior a indicação era de 9,72 milhões de hectares.

 

Dentre as regiões que apresentam expectativa de incremento de área, destaca-se a região norte, com um aumento de 8,92%. As demais, regiões como noroeste (+1,76%) e nordeste (+1,54%) também apresentaram bons aumentos em relação à safra 2018/2019. “O indicativo de crescimento da área semeada é decorrente principalmente da conversão de áreas de pastagem em agricultura na porção norte do estado”, diz a entidade.

 

O levantamento não indicou uma variação significativa na produtividade em relação ao primeiro levantamento, visto que muitos fatores ainda podem afetar o desenvolvimento das lavouras. Desta forma a projeção dos rendimentos a campo não foi alterada, mantendo a média projetada de 56,28 sacas por hectare.

 

Assim, com a manutenção da produtividade e o aumento na área cultivada, a produção para a próxima temporada está estimada em 33,01 milhões de toneladas, representando um incremento de 0,55% em relação ao primeiro levantamento da safra (32,83 milhões de toneladas) do instituto.

 

Vendas antecipadas

A comercialização antecipada da safra 2019/2020 está mais adiantada que as vendas no mesmo período do ano passado. Ao todo foram negociados 36% da safra estimada, ante as 33,8% da temporada anterior.

 

“O preço médio mensal ficou em R$ 74,06 por saca para a safra 2018/2019, enquanto que a nova safra, ficou em R$ 69,39 por saca. Neste momento, restando poucos volumes de soja disponível para serem comercializados, a atenção do mercado segue aumentando para a nova safra”, diz a entidade.

Fonte:Redação / Sindicato Rural de Sorriso
Autor:Daniel Popov
FOTOS DA NOTÍCIA