Mato Grosso, Segunda, 18 de Janeiro de 2021
Agronegocio | investimento de R$ 534 mil
Quarta, 25 de Novembro de 2020
Município recebe motoniveladora para fortalecer ações de manutenção em estradas vicinais
Fotografia:Divulgação

Garantir a trafegabilidade dos moradores da zona rural e, por consequência o escoamento da próxima safra de grãos. Desafios que requerem comprometimento e determinação por parte dos gestores municipais. 

 

Em Nova Ubiratã, município com mais de 2,6 mil quilômetros de estradas não pavimentadas, a solução encontrada tem sido a modernização da frota de veículos e maquinários sob responsabilidade da Secretaria Municipal de Obras, Infraestrutura e Transportes.

 

Em apenas 40 dias, o município já recebeu o equivalente a R$ 876.000,00 em investimento em maquinários.

 

Os recursos, provenientes de emendas impositivas, destinadas pelos deputados federais, Neri Gueller e Nilson Leitão, foram destinados para a aquisição de um caminhão caçamba, da marca Volkswagen - modelo 24260 Constellation, e uma motoniveladora (Komatsu de 160 HP de potência).

 

Projetados para operar em terrenos irregulares e condições ‘severas’ de trabalho, os equipamentos irão reforçar as ações realizadas em pelo menos quatro pontos considerados críticos.

 

“O período chuvoso e o aumento do tráfego de veículos pesados, em especial aqueles usados pelo setor madeireiro, tendem a causar danos em algumas rotas estratégicas para o escoamento. É exatamente nesses pontos que estamos concentrando nossos esforços neste momento”, explica o secretário municipal de Obras, Infraestrutura e Transportes, Cosmen Brito de Souza.

 

Durante o ato de entrega, o prefeito Valdenir José dos Santos destacou a importância do setor produtivo para a economia local e voltou a reafirmar o compromisso de manter, também, a trafegabilidade em rotas alternativas.

 

“O agronegócio é a mola propulsora de nossa economia. Da porteira pra dentro o produtor rural é um gigante, compete ao poder público fazer sua parte da porteira pra fora (sic)”, frisou.

 

Ainda de acordo com o prefeito, a palavra de ordem é dar continuidade ao ritmo de trabalho.

 

“Minha missão como prefeito se encerra em 31 de dezembro. Até lá trabalharemos incansavelmente para entregar uma administração ‘redonda’ ao gestor eleito. Uma administração infinitamente melhor daquela que herdei”, descreve Valdenir.

 

Leia também: Município recebe mais de 2 milhões em maquinários para reforçar manutenção de estradas vicinais

 

Fonte:Redação/Assessoria
Autor:Michel Ferreira
FOTOS DA NOTÍCIA