Mato Grosso, Terça, 12 de Dezembro de 2017
Policia | CASO É INVESTIGADO
Quarta, 15 de Novembro de 2017
Vereador de Nova Ubiratã é acusado de ameaçar e agredir cunhada durante discussão
Fotografia:Arquivo/Ubirata24horas

O vereador por Nova Ubiratã, Claudir Antônio Rizzo (PDT), de 42 anos, voltou a ser alvo de denúncia por agressão física praticada no âmbito familiar.

 

Desta vez a denúncia partiu da cunhada do vereador, C.S.C., de 18 anos. Em abril deste ano Rizzo foi conduzido a Delegacia de Polícia Judiciária Civil por suspeita de agressão praticado contra esposa, Leila Santos da Conceição, 26.

 

O fato ocorreu no último dia 30 (segunda-feira), porém somente agora chegou ao conhecimento da imprensa. 

 

Segundo depoimento da jovem, que trabalha como atendente em um supermercado do município, a confusão teve início depois que ela decidiu deixar a residência onde morava, há dois anos, com a irmã e o vereador.

 

Consta na denúncia, que após alugar uma quitinete C.S.C. teria retornado ao imóvel para buscar objetos pessoais, mas foi surpreendida pelo vereador que passou a ameaça-la.

 

Temendo a reação do cunhado, a jovem se trancou no banheiro da residência de onde foi retirada por puxões de cabelo.

 

Ainda de acordo com a denunciante, o vereador teria exigido seu aparelho celular e a senha de desbloqueio.

 

“Eu disse que ele não tinha o direito de fazer isso comigo”, relatou a vitima que negou o pedido. Em seguida ela seguiu para o Pelotão da Polícia Militar onde buscou ajuda.

 

No momento em que se deslocava para a unidade policial, a jovem afirma ter sido seguida pelo cunhado que por várias vezes tentou “jogar” o veículo que dirigia contra sua bicicleta.

 

Diante da denúncia foi registrado um boletim de ocorrências por ameaça e agressão física.

 

O caso é investigado pela Polícia Judiciária Civil.

 

Outro lado

Por telefone, a reportagem entrou em contato com o vereador, mas as ligações foram direcionadas para caixa postal.

 

Leia também: Vereador de Nova Ubiratã é conduzido à delegacia por suspeita de agressão doméstica

Fonte:Redação
Autor:Rafael Sousa
FOTOS DA NOTÍCIA