Mato Grosso, Domingo, 21 de Outubro de 2018
Policia | tiros na cabeça
Quinta, 04 de Janeiro de 2018
Sete pessoas são executadas com tiros na cabeça em Sinop; cinco delas pertenciam a mesma família
Fotografia:Reprodução

Sete pessoas foram executadas, entre a madrugada e a manhã desta quinta-feira (4) em dois bairros de Sinop. Segundo a Polícia Civil, os crimes ocorreram nos Bairros Boa Esperança e no Bairro Menino Jesus. No primeiro local, dois homens foram mortos a tiros dentro de uma casa. O segundo foi registrado em uma casa, onde cinco pessoas, que seriam da mesma família, foram executadas.

 

Ainda não há informações se alguém foi preso ou identificado pela Polícia Civil. Os nomes das vítimas ainda não foram divulgados.

 

De acordo com a polícia, o duplo homicídio teria ocorrido por volta de 3h. Os vizinhos disseram que homens pularam o muro, arrombaram a porta e atiraram várias vezes contra as vítimas.

 

Já durante a manhã, cinco pessoas foram encontradas mortas em uma casa na Rua Orlando, no Bairro Menino Jesus. A princípio, seriam quatro homens e uma mulher. Os homens foram mortos na sala da residência, enquanto a mulher foi assassinada no quarto. Todos teriam sido executados com tiros na cabeça.

 

Investigação

A Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT) informa que a execução de cinco pessoas, ocorrida na madrugada desta quinta-feira (04), em Sinop (a 503 km de Cuiabá), será investigada pela Polícia Judiciária Civil, sob responsabilidade do delegado Carlos Eduardo Muniz dos Santos.

 

De acordo com informações da polícia, foram mortos: pai, dois filhos, uma adolescente namorada de um dos filhos e um outro homem que não era parente, mas que também estava na casa.

 

Na casa foram encontradas porções análogas a maconha e cachimbo utilizado para consumo da droga. As cápsulas deflagradas foram apreendidas para confronto de calibre.

 

A motivação do crime será investigada, mas a polícia não descarta a hipótese de acerto de contas.

 

Os cinco corpos foram encaminhados para a Politec de Sinop.

 

*Com informações assessoria Sesp

Fonte:Redação / G1 MT
FOTOS DA NOTÍCIA