Mato Grosso, Domingo, 19 de Agosto de 2018
Policia | entre tapas e beijos
Sábado, 10 de Fevereiro de 2018
Homem acusado de agredir esposa reage à prisão e é baleado por policial militar
Fotografia:Ubirata24horas

Um homem acusado de espancar a própria esposa foi baleado depois de resistir à prisão e agredir um soldado lotado no 12º Batalhão da Polícia Militar, em Sorriso.

 

Raifran Cardoso da Silva Viana, de 20 anos, foi atingido na altura da coxa direita. Ele foi atendido pelo Corpo de Bombeiros e encaminhado consciente para o hospital regional do município.

 

Conforme a PM, a ocorrência teve início depois que vizinhos solicitaram o auxílio da policia para conter uma suposta agressão doméstica. Segundo o denunciante a mulher estaria sendo agredida pelo segundo dia consecutivo.

 

Ao chegarem no local os militares se depararam com a vitima, uma adolescente de 16 anos, bastante ferida. Além de um corte no supercílio a mulher apresentava vários hematomas pelo rosto.

 

Em continuidade as diligências, os militares conseguiram identificar o agressor nas imediações da rua Panambi, no bairro Industrial.

 

Porém o homem desrespeitou a ordem de parada. Não satisfeito ele ainda teria partido pra cima de um dos policiais que para cessar a agressão efetuou o disparo de arma de fogo.

 

“Ele estava descontrolado e a meu ver a atuação do guerreiro está dentro da legalidade. Ele [policial militar] agiu em legítima defesa”, argumento o Sargento PM, I. Moura.

 

Enquanto os militares aguardavam a chegada do Corpo de Bombeiros foram novamente surpreendidos. Desta vez pela vitima que saiu em defesa do marido e criticou a ação policial.

 

“Ele [marido] não fez nada comigo, pra que fazer isso com ele seus safados, covardes”, esbravejou a adolescente enquanto beijava a boca do marido ferido. Visivelmente descontrolada a jovem precisou ser contida e posteriormente conduzida a Delegacia da Polícia Judiciária Civil.

 

A versão apresentada pela jovem foi desmentida por um policial militar que diante de dezenas de testemunhas desabafou.

 

“Não aconteceu nada (...) a senhora tá achando que isso aqui é brincadeira? Não quer ajuda então não chame a polícia (...) é graças a esse tipo de conduta que tem policial sendo punido todo dia”, disse o PM que foi interrompido por uma salva de palma dos moradores.

 

 

Fonte:Redação
Autor:Sirlei Maria
FOTOS DA NOTÍCIA