Mato Grosso, Quinta, 13 de Dezembro de 2018
Geral | espaço ao sol
Segunda, 19 de Novembro de 2018
Dilmar afirma que DEM pretende ocupar secretaria no governo de Mauro Mendes
Fotografia:Divulgação

O deputado estadual Dilmar Dal Bosco (DEM) afirmou que os membros do partido têm mantido conversas com o governador eleito Mauro Mendes (DEM), de modo a indicar possíveis nomes para compor o secretariado do democrata.

 

A ideia, de acordo Dilmar, é sugerir ao menos três opções para análise do futuro governador.

 

“Estamos nos reunindo ainda, conversamos com o Mauro. Ele não é governador do DEM, é governador de Mato Grosso e de todos os partidos, seja daqueles que o apoiaram como de quem não apoiou. Então, ele não pode pensar no partido. Tem que pensar no Governo”, pontuou Dilmar.

 

“O que nós pedimos ao governador é que o partido também tenha condições de indicar um nome para secretário. Vamos agora analisar os nomes, colocar dois, três pra que ele analise uma possível secretaria e o perfil daquela pessoa que vamos indicar se será adequado para o Estado”, acrescentou o deputado.

 

Dilmar adiantou que entre os nomes analisados pelo partido está o do deputado estadual Adriano Silva, que concorreu, sem sucesso, a uma vaga para Câmara Federal nas eleições deste ano.

 

Também integram a lista de possíveis indicados, os ex-prefeitos de Primavera do Leste e Sinop, Erico Piana e Antônio Contini, respectivamente.

 

“São pessoas extremamente qualificadas, competentes e que podemos colocar como opção e fica para análise do Mauro”, afirmou Dilmar.

 

“Indicação pessoal”  

Cotado para comandar a Casa Civil na gestão de Mendes, o deputado federal Fabio Garcia (DEM) nem é tido como uma indicação partidária.

 

Conforme Dilmar, se nomeado, Fabio será uma escolha pessoal de Mendes, de que ele é amigo há algum tempo.

 

Fabio foi, inclusive, secretário de Governo de Mendes, à época em que ele era prefeito de Cuiabá.

 

“Se indicado, o Fabio é uma cota pessoal do governador. É uma pessoa experiente, deputado federal e da confiança do Mauro, um amigo pessoal. Ele é um bom nome para qualquer pasta. Pra nós seria bom também, porque é mais um do partido”, concluiu Dilmar.

 

Fonte:Redação/Mídia News
Autor:Camila Ribeiro e Douglas Trielli
FOTOS DA NOTÍCIA