Mato Grosso, Quarta, 18 de Outubro de 2017
Geral | acidente na BR-364
Terça, 08 de Agosto de 2017
Corpo de estudante de Nova Ubiratã morta em acidente é identificado por arcada dentária
Fotografia:Arquivo Pessoal

A Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) concluiu a primeira identificação de uma das cinco vítimas do acidente de trânsito ocorrido na noite do último domingo (06), na BR-364, em Rosário Oeste (128 km de Cuiabá).

 

Trata-se da estudante Emily Nayara de Sousa Almeida, de 11 anos, moradora de Nova Ubiratã.

 

Devido ao estado de carbonização dos corpos, não foi possível identificar nenhuma vítima pelas impressões digitais. A identificação de Emily foi possível através do exame odonto-legal. Ela foi a única vítima que possuía documentação odontológica, possibilitando a comparação da arcada dentária.

 

As outras quatro vítimas tiveram material biológico colhido para exame de DNA e os familiares foram encaminhados ao Laboratório Forense para a coleta de material de referência.

 

A Diretoria Metropolitana de Medicina Legal aguarda a decisão da família de retirar o corpo, e o resultado do exame de DNA para a identificação do restante das vítimas.

 

Conforme noticiado pelo site ubirata24horas (Veja AQUI), o veículo em que a estudante viajava, um Hyundai HB20, pegou fogo após colidir frontalmente com uma carreta Scania.

 

Além de Emyli, morreram no acidente Valdemir Campos, de 41 anos, (condutor do veículo) Meureci Malaquias Moreira, 33, (esposa), Tayla Rebeca Malaquias Ambrózio, 02 anos, filha do casal, e Bruna Sama de Souza, 10, (filha de amigos próximos).

 

Emily Nayara cursava o 5º ano do ensino fundamental da Escola Municipal Tancredo Neves, em Nova Ubiratã.

 

Em solidariedade a família, a prefeitura do município decretou luto oficial de três dias.

 

A reportagem tentou, mas não conseguiu contato com familiares para confirmar o local e horário do velório.

Fonte:Redação
Autor:Tita Mara Teixeira
FOTOS DA NOTÍCIA