Mato Grosso, Quarta, 12 de Dezembro de 2018
Dicas-e-novidades | SAÚDE E BEM ESTAR
Terça, 09 de Outubro de 2018
Diabetes pode ser detectado 20 anos antes do diagnóstico, aponta estudo

Diabetes é uma doença muito comum e está crescendo: entre 2006 e 2016 o número de brasileiros com diabetes aumentou 61,8%, o que significa que 8,9% das pessoas têm esse quadro, de acordo com a Vigitel (Vigilância de Fatores de risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico), pesquisa do Ministério da Saúde.

Porém, se tratada cedo, é possível conviver bem com o quadro. Imagina só se ela for descoberta 20 anos antes do diagnóstico normal? Um estudo japonês apresentado no encontro deste ano da Associação Europeia para Estudo do Diabetes mostrou essa possibilidade.

Feito com 27 mil pessoas sem diabetes e com, em média, 49 anos que foram acompanhadas entre 2005 e 2016, eles perceberam que o aumento de fatores como glicose em jejum, IMC (índice de massa corporal) e problemas na sensibilidade à insulina foram percebidos 10 anos antes do diagnóstico do diabetes ou pré-diabetes.

Mas de onde saiu a afirmação do diagnóstico 20 anos antes, então? Bom, as pessoas que desenvolveram diabetes já tinham alguns desses indicadores mais altos. Durante o tempo do estudo 1067 novos casos de diabetes foram identificado , e eles perceberam que esses fatores de risco foram mais comuns nesses indivíduos do que nos que não desenvolveram o problema. Veja a evolução da glicemia em jejum entre as pessoas que tiveram e que não tiveram diabetes:

10 anos antes do diagnóstico: 101,5 mg/dL e 94,5 mg/dL

5 anos antes do diagnóstico: 105 mg/dL e 94 mg/dL

1 ano antes do diagnóstico: 110 mg/dL e 94 mg/dL

Dos 15.778 indivíduos com glicemia normal no exame inicial de saúde, 4781 desenvolveram pré-diabetes durante o período do estudo, e as mesmas anormalidades, embora em menor grau, estiveram presentes pelo menos 10 anos antes do diagnóstico de pré-diabetes.

"Como a grande maioria das pessoas com diabetes tipo 2 passa pelo estágio de pré-diabetes, nossos achados sugerem que os marcadores metabólicos elevados para o diabetes são detectáveis mais de 20 anos antes de seu diagnóstico", , diz o Hiroyuki Sagesaka do Hospital Aizawa em Matsumoto, Japão, um dos líderes da pesquisa.

Lembrando que esse estudo é observacional, portanto novos estudos podem ser feitos. No entanto, ele indica que medidas de prevenção ao diabetes em pessoas que apresentam esses fatores de risco podem ser importantes.

Fonte:Redação / UOL
FOTOS DA NOTÍCIA