Mato Grosso, Domingo, 24 de Junho de 2018
Cidades | Assentamento Jonas Pinheiro
Quinta, 07 de Junho de 2018
Regularização fundiária e cobrança de pedágio são pautas de audiência pública em Sorriso
Fotografia:Divulgação

A Câmara Municipal de Sorriso realiza, nesta sexta-feira (08), no Assentamento Jonas Pinheiro (Poranga), audiência pública para debater a regularização fundiária além da cobrança de pedágio feita pela concessionária Rota Oeste, na BR-163, das famílias assentadas.

 

O evento está previsto para ás 19h, no Saguão da Capela Nossa Senhoria Aparecida, daquela comunidade.

 

Autor do requerimento, o vereador Mauricio Gomes (PSB) defende a ampliação do diálogo a fim de garantir a titulação do assentamento reconhecido como um dos mais promissores da região norte de Mato Grosso.

 

“Nós vereadores sabemos da necessidade dessas famílias em terem o documento definitivo de suas terras. Mediante a isso elas estarão aptas a buscarem, junto às instituições financeiras, recursos para investirem em diferentes setores agrícolas”, assinala o parlamentar.

 

Em relação à cobrança de pedágio por parte da concessionária, Mauricio sugeriu que ela seja rediscutida para que não prejudique os moradores do entorno da praça de cobrança.

 

“É inadmissível que moradores do assentamento sejam obrigados a pagarem pedágio para se deslocarem até o centro da cidade. A meu ver essa arbitrariedade fere o direito constitucional de ir e vir daquelas pessoas. É uma cobrança injuta,” dispara.

 

“Quero deixar claro que não estou discutindo a legalidade da concessão, mas sim a forma com que ela tem afetado os moradores do assentamento e demais pequenas propriedades rurais. Precisamos entrar num consenso a fim de garantir uma solução plausível para este problema”, finaliza Mauricio Gomes.

 

Além dos representantes do Poder Legislativo, a solenidade também com a presença de membros do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) e da Concessionária Rota Oeste de propriedade do grupo Odebrecht Rodovia e detentora da concessão da BR-163 pelos próximos 30 anos.

 

 

 

Fonte:Redação / Assessoria
FOTOS DA NOTÍCIA