Mato Grosso, Domingo, 22 de Julho de 2018
Agronegocio | 400 mil hectares
Sexta, 29 de Junho de 2018
Até agora só 20% das 400 mil hectares plantas de milho foi colhido em Sorriso
Fotografia:Reprodução

Só 20% dos 400 mil hectares de milho plantados em Sorriso já foram colhidos. Pouco pela época do ano. O município tem a maior área de plantio do estado e neste período do mês de junho, pelo menos 40% do grão já era para ter sido retirado das lavouras. A nível de estado a situação do atraso é ainda pior. Segundo o IMEA (Instituto Mato-Grossense de Economia Agropecuária), Mato Grosso colheu apenas 12,57% da safra. A explicação para isso está no tempo, conforme o presidente do Sindicato Rural do município, Luimar Gemi. “Possivelmente isso tenha sido em função de um período bastante chuvoso na hora do florescimento do milho. Sabemos que temos a necessidade da polinização e a chuva acaba atrapalhando um pouco nesses dias.”

 

A expectativa dos produtores é encerrar a colheita dentro dos próximos 15 dias. A produtividade até aqui não tem sido ruim, apesar de ser menor em relação a safra anterior, quando a média de sorriso ficou em 2,688 milhões de toneladas. Atualmente, de acordo com o Sindicato Rural, a estimativa é que a Capital do Agronegócio produza 2,640 milhões de toneladas até o fim da safra, ou seja 48 mil toneladas a menos que na temporada 2016/2017. Mas ainda há esperança de que o quadro mude, conforme Gemi. “Tudo pode acontecer. Também tivemos alguns pontos de grãos avariados, apareceu alguma coisa nos primeiros milhos e isso justifica sobre o que falamos da chuvarada.

 

Mas o que preocupa mesmo os agricultores não é nem a produtividade e sim o preço do frete.  “Isso prejudica, porque com o aumento do frete, sempre quem paga é o produtor, porque as trade compra, desconta do frete até Paranaguá, que estava R$ 280 (por tonelada) e agora está R$ 410”, explicou um produtor. Como consequência o preço do milho fica mais baixo, em Sorriso a saca de 60 Kg, segundo o IMEA, custa hoje R$ 18.

Fonte:Redação / Agro Notícias
Autor:Bruno Bortolozo
FOTOS DA NOTÍCIA